Lançamento da Editora Unesp traça cenários do trânsito de imagens entre Brasil, Portugal e França

Em 03/09/2018 08:01
Atualizado em 03/09/2018 15:29

Notícia por ABEU

Lançamento da Editora Unesp traça cenários do trânsito de imagens entre Brasil, Portugal e França

Seria possível que um leitor parisiense, lisboeta ou fluminense tivesse acesso quase simultâneo às mesmas estampas em pleno século XIX? Levando em conta as distâncias físicas e comunicacionais da época, a resposta óbvia seria "não". Porém, contrariando as expectativas do senso comum, a pesquisadora Tania de Luca mostra em "A Ilustração (1884-1892): circulação de textos e imagens entre Paris, Lisboa e Rio de Janeiro", lançamento da Editora Unesp, que o diálogo cultural e simbólico era intenso e rápido, muito mais do que se poderia imaginar, com riqueza e diversidade impressionantes.

A autora se baseia na publicação "A Ilustração", revista quinzenal para Portugal e Brasil, editada no final do século XIX, entre 1884 e 1892. “O periódico era editado e impresso em Paris, sob a responsabilidade do português Mariano Pina, e tinha por público principal aqueles que viviam em Portugal e no Brasil”, anota a pesquisadora Márcia Abreu no prefácio. “As enormes distâncias entre a redação e os assinantes não impediram que a publicação tivesse periodicidade quinzenal, colocando à disposição do público um conjunto de textos literários e informativos associados a sofisticadas imagens. [...] Assim, ao longo de quase oito anos, a cada quinze dias uma nova edição saía dos portos franceses em direção a Lisboa e ao Rio de Janeiro, de onde seguia para o interior dos dois países, o que deixa evidente o grau de internacionalização da cultura no século XIX.”

Ao longo de três capítulos ricamente preenchidos com informações de variadas fontes documentais, pinta-se um quadro que registra claramente o desejo dos leitores do século XIX de saber o que se passava com o mundo. Tania Regina de Luca se debruça sobre a trajetória da revista, analisando-a em minúcias e colocando-nos em contato com um mundo de trocas culturais intensas. A partir dos navios e cartas, o fluxo de circulação simbólica era bastante fecundo.

 



Tags da postagem

Paris Rio de Janeiro edunesp Conhecimento da Humanidade Comportamento Social Nível de Informação Nível de Comunicação imagens seculo xix lisboa publicaçao