Lei Maria da Penha: aplicação e combate à violência de gênero

As informações desta página são responsabilidade exclusiva de Edufac. Saiba mais

Lei Maria da Penha: aplicação e combate à violência de gênero Passe o mouse sobre a foto

R$15,00

SINOPSE

Se fosse possível uma sociedade ideal, penso que nela não seria necessária nenhuma lei para que todos respeitassem os desejos e aspirações uns dos outros, ou um conjunto de normas que decidisse pela punição dos violentos de qualquer espécie, gênero e grau. Mas essa sociedade ideal só existe nos sonhos delirantes dos poetas e nas utopias irreais dos românticos. Violenta, usurpadora e injusta pela própria natureza que a constitui, qualquer sociedade necessita de normas que estabeleçam um mínimo de possibilidade de convivência entre os humanos. E por conta disso é que surgem as mais diversas regras e leis. Dentro desse caldeirão fumegante de violências latentes ou explícitas, alguns seguimentos sociais são mais penalizados, dependendo da época e do lugar onde vivem. É o caso das mulheres brasileiras, que continuam sendo assassinadas pelos próprios companheiros, sob a estapafúrdia desculpa de uma execrável lavagem da honra masculina. Para coibir essas e outras condenáveis atitudes de violência contra a mulher é que a nação brasileira fez surgir, então, no ano de 2006, a Lei nº 11.340/2006, mais conhecida como a Lei Maria da Penha, criando mecanismos para coibir as agressões familiares. Estatuto legal esse que, com toda a justiça, homenageia uma farmacêutica cearense, ela mesma vítima de agressão de seu ex-marido. É sobre essa tardia, porém bem-vinda, disposição legal criada pelo nosso país que se debruçam os sete ensaios que compõem o presente volume.

Informações adicionais

  • Peso: 0,15 Kg
  • Dimensões do produto
    • Comprimento: 23,00 cm
    • Altura: 2,00 cm
    • Largura: 18,00 cm