Catálogo Universitário

Livros sobre liberdade de ensino e de pensamento

Em 20/07/2020 19:54
Atualizado em 20/07/2020 21:09

Reportagem por ABEU

Catálogo Universitário

O Brasil ainda continua às voltas com as incertezas para a condução da Educação no país. Com a chegada do quarto ministro da pasta em menos de 2 anos de governo, a pergunta que paira é se realmente há algum planejamento ou metas para a área. Além dessas inseguranças para todos que atuam no setor de ensino, outras preocupações vieram derivadas do fato de Milton Ribeiro ser um pastor, o que lançou dúvidas sobre a influência que sua religião poderia ter na gestão do ministério. Portanto, para discutir a respeito de laicidade, democracia e liberdade de expressão, reunimos nessa coluna Catálogo Universitário algumas sugestões de leitura que podem trazer reflexões sobre esses temas.

Primeiro, num momento em que se discute o valor da universidade e a contribuição da ciência para a sociedade, José Leite Lopes conta sua luta pelo desenvolvimento da ciência e da tecnologia em "Ciência e liberdade: escritos sobre ciência e educação no Brasil", da Editora UFRJ. Tão importante quanto atual, esta coletânea é uma homenagem aos 80 anos de um dos maiores cientistas brasileiros vivos e aos seus cinqüenta anos de pesquisa.

Em seguida, temos "Democracia, liberdade e igualdade: Desconstrução e abertura de sentido", publicado pela Editora Unisinos. Como indica o título do livro, democracia, liberdade e igualdade são termos que povoam a prática e o discurso políticos nas sociedades contemporâneas. Assumem essa posição por constituírem princípios éticos que emprestam legitimidade a essa prática e a esse discurso. A ideia que perpassa toda a presente obra é a de que o princípio democrático deve ser capaz de possibilitar a permanente atualização significativa dos princípios de liberdade e igualdade, abrindo espaço para a ampliação do escopo e da finalidade da ação política.

Para fechar, temos "A liberdade de organização religiosa e o estado laico brasileiro", da Editora Mackenzie. Aqui veremos reflexões sobre perguntas como: é legítimo um ato de autoridade judicial que obrigue uma igreja a celebrar um casamento religioso? É legalmente válido um casamento celebrado por um médium espírita? Pode o município exigir alvará para o funcionamento de uma igreja? A administração pública, sem processo judicial, pode determinar o fechamento de uma igreja ou de um culto religioso? Quais os limites da liberdade de organização religiosa? O autor busca responder esses questionamentos com base no ordenamento jurídico brasileiro, numa obra que, por sua linguagem acessível, é recomendável não apenas para profissionais do direito, mas para lideranças religiosas, professores e estudantes de seminários e instituições de ensino religioso. Sua leitura é indicada, outrossim, a qualquer pessoa que se interesse pela questão religiosa no Brasil.

 


Tags da postagem

catálogo universitário Ensino Educação