Coedição das Editoras da Unesp e da Unicamp examina conflitos de classe no Brasil

Cientista político analisa o período dos governos do PT

Em 18/06/2018 13:59
Atualizado em 18/06/2018 17:44

Notícia por ABEU

Coedição das Editoras da Unesp e da Unicamp examina conflitos de classe no Brasil

O emaranhado da teia política que os brasileiros acompanham diariamente pela imprensa deixa o cenário ainda mais confuso. Uma coisa, pelo menos, é certa: o País está mergulhado em uma profunda crise política. Para entender como o Brasil chegou aqui, o cientista político Armando Boito Jr. traça um panorama que joga luz sobre essas questões em seu "Reforma e crise política no Brasil: os conflitos declasse nos governos do PT", lançamento da Editora Unesp em coedição com a Editora da Unicamp.

A obra se divide em duas partes principais. Na primeira, analisam-se “os governos do PT, as forças políticas que apoiaram e as que combateram esses governos, suas ideologias e seus programas, as instituições e os conflitos institucionais que marcaram o período, bem como a inserção dos movimentos sociais nas sucessivas conjunturas”, escreve Boito Jr. “Na sua segunda parte, o livro trata da natureza e da dinâmica da crise política que redundou na deposição de Dilma Rousseff em 2016”. Ao longo de seus onze capítulos e artigos em coautoria, fica clara a opção do autor de proceder ao exame multifacetado desses conflitos e de suas complexas relações com os embates que agitam a cena política nacional talvez seja a principal contribuição de Reforma e crise política no Brasil. “


Tags da postagem

política ciência política Conflitos sociais luta de classes Dilma Rousseff Nível de Informação Nível de Comunicação governo PT