Editora PUC-Rio lançou sete obras neste fim de ano

Livros são de diferentes áreas do conhecimento

Em 21/12/2020 15:38
Atualizado em 21/12/2020 20:23

Notícia por ABEU

Editora PUC-Rio lançou sete obras neste fim de ano

A Editora PUC-Rio lançou as últimas obras deste ano. Ao todo, neste último mês, foram lançados sete livros em diferentes áreas do conhecimento. Os títulos estão disponíveis para compra

Confira abaixo o resumo das obras lançadas:

1. Trajetórias judaicas: história, cultura, educação, Sonia Kramer e Eliane Pszczol (Org.)

Organizado por Sonia Kramer (Educação/PUC-Rio) e Eliane Pszczol (Museu de Arte do Rio), o livro foi pensado e escrito para compartilhar narrativas de diversas áreas do conhecimento que compõem o campo dos Estudos Judaicos. Em uma parceria interinstitucional do Museu de Arte do Rio de Janeiro (MAR) com a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), a obra registra e resgata, de forma plural e interdisciplinar, diálogos, tradições, religiosidade e a cultura de uma parte relevante da história judaica no Brasil, principalmente no Rio de Janeiro.

 

2. Paulo Mendes da Rocha: Horizonte Urbano, Denise Chini Solot

 De autoria de Denise Chini Solot (Arquitetura e Urbanismo/PUC-Rio), a obra apresenta a linguagem material da arquitetura de Paulo Mendes da Rocha, expressa a partir de diretrizes humanistas, éticas e interdisciplinares que perpassam a sua trajetória. A partir da vasta obra edificada do arquiteto e urbanista brasileiro, a autora faz sua análise a partir de três premissas: a arquitetura como construção e reorganização do espaço urbano, a dimensão ética da expressão estética e a interlocução de Arte e Técnica.

 

3. Figuras da Verdade: Nietzsche, Benjamin e Foucault, Katia Muricy

O livro reúne os ensaios da autora de mais de três décadas de convívio com as obras dos filósofos Friedrich Nietzsche, Walter Benjamin e Michel Foucault, a partir de sua interrogação crítica e interesse pelos entrelaçamentos entre filosofia e arte, experiência e verdade. A obra é, de certa maneira, um esboço das reflexões da autora que transitam pelos campos da história, da crítica de arte, da cultura, da literatura, da pintura e da política.

 

4. A ficção equilibrista: narrativa, cotidiano e política, Vera Lúcia Follain de Figueiredo

 De autoria de Vera Follain de Figueiredo (Comunicação e Letras/PUC-Rio), a obra reúne textos que contemplam questões situadas nas fronteiras entre áreas diversas do conhecimento, abordando, principalmente, as relações estabelecidas no campo do cinema e da literatura, entre narrativa e política e narrativa e ética. O livro apresenta importantes impasses formadores da cultura midiática dos nossos tempos e, através de uma perspectiva interdisciplinar, nos convida a pensar o mundo e o cotidiano como narrativa, propondo novos parâmetros para a leitura crítica da cultura e da sociedade contemporânea.

 

5. Teopoética: mística e poesia, Maria Clara Bingemer e Alex Villas Boas (Org.)

Organizado por Maria Clara Bingemer (Teologia/PUC-Rio) e Alex Villas Boas (CITER/Universidade Católica Portuguesa), a obra traz o discurso da “teopoética”, destacando a relação entre mística e poesia como um lugar de entrelaçamento cultural, onde se conectam teologia, literatura, estética, espiritualidade e todas as formas da arte. O livro teve origem a partir das discussões desenvolvidas no VII Con­gresso Internacional da Associação Latino-Americana de Literatura e Teologia (ALALITE), com o tema “Mística e poesia”, realizado na PUC-Rio. Lançamento ocorreu na última quinta-feira, 17 de dezembro, às 11h30, com transmissão pela plataforma Zoom.

 

6. Estudos ético-políticos sobre Derrida, Paulo Cesar Duque-Estrada

De Paulo Cesar Duque-Estrada (Filosofia/PUC-Rio), a obra aborda alguns dos temas inquietantes do pensamento da desconstrução do filósofo Jacques Derrida. Apresentando as nuances ético-políticas do pensamento derridiano como tema central, o autor faz uma reflexão sobre a desconstrução na relação entre linguagem e realidade. São igualmente tratados em uma perspectiva inusitada e perturbadora, característica do pensamento desconstrutivo de Derrida, os temas sacrifício e perdão, bem como ontologia, verdade e mentira na política.

 

7. Gêneros Jornalísticos: estudos fundamentaisJosé Marques de Melo (1943-2018) e Francisco de Assis (Orgs.)

O livro foi organizado por José Marques de Melo (1943-2018) e Francisco de Assis, inaugurando uma série de livros didáticos da Editora. Através da reunião de originais dispersos, incluindo materiais que já deixaram de circular, o livro propõe um aprendizado a respeito dos gêneros jornalísticos, abordando sua natureza, suas características, sua composição e, principalmente, suas classificações. Trazendo problematizações conceituais e reinvenções teóricas produzidas, a obra abriga conhecimento científico sobre a realidade comunicacional brasileira, sendo, desse modo, um documento histórico à disposição dos interessados em explorar sua problemática, questionar seus pressupostos ou mesmo fazer a arqueologia dessa disciplina.


Tags da postagem

editora puc-rio