Eduff lança livro sobre papel da mulher indígena no Brasil colonial

Título já está disponível para compra

Em 21/05/2018 23:18

Notícia por ABEU

Eduff lança livro sobre papel da mulher indígena no Brasil colonial

O mais recente lançamento da Eduff é “Damiana da Cunha: uma índia entre a ‘sombra da cruz’ e os caiapós do sertão”, de autoria de Suelen Julio. Damiana da Cunha foi uma grande liderança indígena no século XVIII. Nascida por volta de 1779, na capitania de Goiás, foi levada ainda nova à cidade, onde foi batizada pelo então governador D. Luís da Cunha Meneses. Índia caiapó, criada com os ensinamentos da Igreja católica e convertida ao cristianismo, era responsável pela mediação entre os indígenas e colonizadores. Apesar de ter se convertido ao catolicismo, ainda convivia proximamente com os índios, além de retomar hábitos dessa cultura, como pinturas e nudez, em seus encontros. Julio insere a personagem em seu contexto específico e ressalta sua importância, ao analisar sua vida por uma perspectiva histórica e de gênero. 

O fato de viver entre dois mundos tão diferentes não significa que ela tenha abandonado suas raízes ou que fosse menos indígena. Inclusive, para Julio, esse é um pensamento extremamente nocivo para essa população. A autora explica que, muitas vezes, existe uma ideia equivocada de “cultura fixa”, que afirma que para pertencemos a uma cultura devemos manter todos os hábitos referentes a ela. Entretanto, a cultura é adaptável. Ou seja, um índio pode viver na cidade, com roupas consideradas urbanas e ainda sim ser um membro de sua cultura de origem. Como aponta Suellen, essa adaptação do indígena muitas vezes é forçada e se torna uma questão de sobrevivência.

Fonte: Ascom Eduff


Tags da postagem

eduff lançamento índio história Nível de Informação Nível de Comunicação