Lançamento da Eduff analisa o papel da mulher indígena no Brasil colonial

Livro revela mulher que viveu entre o mundo cristão e as tradições indígenas

Em 18/06/2018 13:22
Atualizado em 18/06/2018 16:51

Notícia por ABEU

Lançamento da Eduff analisa o papel da mulher indígena no Brasil colonial

Na próxima quarta-feira, dia 20/06, às 19h, acontece o lançamento do novo livro da Eduff, “Damiana da Cunha: uma índia entre a ‘sombra da cruz’ e os caiapós do sertão”, na Livraria da Travessa, em Botafogo, no Rio de Janeiro. A obra, escrita pela historiadora Suelen Julio, é uma forma de contrariar estereótipos negativos e silenciamentos impostos a diversas tribos indígenas.

Damiana da Cunha foi uma grande liderança indígena no século XVIII. Apesar de ter se convertido ao catolicismo, ainda convivia proximamente com os índios, além de retomar hábitos dessa cultura, como pinturas e nudez, em seus encontros. Julio insere a personagem em seu contexto específico e ressalta sua importância, ao analisar sua vida por uma perspectiva histórica e de gênero.

“Damiana” possibilita o reconhecimento da influência indígena na nossa história e rompe o silenciamento ao qual essa população foi submetida, apresentando uma grande mulher indígena, com suas dicotomias, crenças e vivência.


Tags da postagem

História Povos indígenas gênero Nível de Informação Nível de Comunicação