Livro da Eduff analisa presença do melodrama nos documentários brasileiros

Obra já está disponível para compra

Em 30/08/2019 16:16
Atualizado em 02/09/2019 12:33

Notícia por ABEU

Livro da Eduff analisa presença do melodrama nos documentários brasileiros

Em “Realidade lacrimosa”, publicado pela Eduff, a autora Mariana Baltar aborda a tendência do documentário latino-americano contemporâneo de incorporar à construção da narrativa o melodrama e as histórias de vida de pessoas comuns. A análise se desenvolve a partir da análise de filmes brasileiros bem conhecidos do público: "Ônibus 174", "Um Passaporte Húngaro", "Peões", "A Pessoa é para o que nasce", "Estamira" e "Edifício Master".

Mais do que histórias privadas, os documentários analisados trazem questões sintomáticas da contemporaneidade, como o debate do público e do privado. Por meio de conceitos-chaves, como personagem, autoperformance, intimidade, memória e subjetividades midiáticas, o processo de autoexposição da intimidade é questionado. Como equilibrar o caráter documental e o excesso melodramático das performances? Afinal, mesmo que seja caracterizado pelo caráter racional e analítico da realidade, o documentário pode também apresentar traços afetivos, íntimos e muitas vezes sentimentais de histórias cotidianas.

Para isso, a autora buscou narrativas em que a apropriação do melodramático desestabiliza lugares tradicionais de legitimidade. Ela partiu da hipótese de que os filmes que mais chamam a atenção do público são aqueles que apresentam cenas de conversas e confissões de dramas íntimos que promovem a sensação de uma intimidade partilhada.

   


Tags da postagem

#eduff #livros lançamentos