Livro da Eduff traduz pluralidade da obra de Euclides da Cunha

Livro, lançado na Flip, é apresentado na Livraria Icaraí, em Niterói

Em 05/09/2019 13:32
Atualizado em 09/09/2019 12:06

Notícia por ABEU

Livro da Eduff traduz pluralidade da obra de Euclides da Cunha

A Eduff lançará o livro “Sertão, selva e letra: Euclides da Cunha em atravessamentos”, escrito pela professora da UFRJ Anabelle Loivos, nesta quinta-feira (12), às 18h, na Livraria Icaraí, em Niterói. O evento contará com uma sessão de autógrafos. A autora “traduz” a riqueza verbal e estética de Euclides da Cunha por meio de um conjunto de ensaios que se prestam a interpretar uma série de textos do autor, de cartas a relatórios, reportagens a contos, trechos avulsos e poemas.

Além de uma breve discussão da ontologia discursiva da obra-prima do escritor, a autora analisa, por exemplo, o samba-enredo “Os Sertões”, da Escola de Samba “Em Cima da Hora”, do Rio de Janeiro, no Carnaval de 1976, ao mesmo tempo em que discute noções de cultura popular, cultura de massa e aborda a história do carnaval.

O resgate da história está presente também no estudo da simbologia da Rua do Ouvidor, uma das principais vias do Rio de Janeiro da belle époque, e a relação de Euclides com o meio urbano carioca que ele tanto destacou, mas que ao mesmo tempo o perturbou pela agitação, politicagem e pelo mundo de aparências.

Em seus oito capítulos, o lançamento da Eduff traz, ainda, a análise da posição de Euclides a respeito da presença dos missionários jesuítas e franciscanos no Brasil e apresenta um a ecoleitura da Amazônia euclidiana, uma prática de ensino pouco conhecida, mas que se mostra um método eficaz para fazer chegar aos estudantes do ensino médio a obra complexa de Euclides da Cunha.
    


Tags da postagem

#eduff #Lançamento #livro