Leitura Virtual

Junho foi um mês repleto de ações digitais para as editoras universitárias

Em 12/07/2020 15:11

Opinião por ABEU

Leitura Virtual

Mais do que nunca, as associadas da ABEU têm recorrido às publicações digitais neste momento de incertezas. Por isso, junho foi um mês de muitos lançamentos de e-books e outras ações realizadas exclusivamente em plataformas digitais. É o que vamos mostrar neste compilado feito pela coluna Leitura Virtual.

A Editora Univille, por exemplo, lançou uma nova obra em formato digital. O livro "Qualidade ambiental e conservação da biodiversidade: estudos de casos brasileiros", com organização do Dr. João Carlos Ferreira de Melo Júnior e Dr. Luciano Lorenzi, reúne diversos trabalhos que abordam temas conceituais e estudos de caso a respeito de conservação da biodiversidade, gestão ambiental e biorremediação diante dos desafios de sustentabilidade dos ecossistemas naturais e de ambientes antropizados. A obra está disponível para download gratuito, em formato PDF, no site da Editora, na seção "Livros Digitais", na área de Ciências da Natureza.

Já a EdiUnesc lançou dois e-books. Primeiro, a obra "1968: O Futuro do Passado", com organização de André Cechinel e Eduardo Subirats. Como o título indica, o propósito da obra não é prestar uma simples homenagem ao cinquentenário do emblemático ano, mas sim reafirmar e celebrar a dimensão utópica e revolucionária das revoltas de 68. Os episódios ocorridos nesse ano consagraram uma força política civilizatória dirigida contra um presente anti-humano e irracional, marcado pelas guerras contínuas e pela negação da consciência política por meio de instituições autoritárias e de uma democracia do consumo. A obra está disponível em formato e-book e pode ser adquirida no site da editora. O outro livro foi "Uma escola que aprendeu a cooperar", de Jucélia Tramontin Dalpiás. O título apresenta a forma democrática que a comunidade educacional encontrou para superar os desafios existentes na escola e no processo de ensino aprendizagem, por meio da qual o ato de educar pela cooperação modificou o seu cenário, tomando todo o processo mais significativo, comprometido e criativo, menos fragmentado e individualizado. De acordo com a obra, a comunidade escolar passou a assumir um papel ativo e participativo em todos os processos e decisões, não existindo mais um único responsável, mas uma equipe comprometida com o educar para formar cidadãos críticos, líderes ativos e comprometidos com o exercício da cooperação com o bem comum.  A obra está disponível em versão impressa e e-book gratuito, em formato PDF, no site da EdiUnesc.

A Editora UEMG também trouxe dois novos livros digitais no mês anterior. Primeiramente, a obra "Atuação docente em espaços públicos extraescolares de aprendizagem", organizada por Márcio Eurélio Rios de Carvalho, Vânia Maria Siqueira Alves e Joana Beatriz Barros Pereira. O título procura alinhavar as possibilidades pedagógicas inscritas nos espaços externos à escola, e que são, muitas vezes, subaproveitados pelos profissionais das Humanidades. Evidencia-se a premente necessidade de mudanças curriculares, por meio da inserção de novos temas relacionados às culturas subjugadas, negras, mestiças e indígenas, que não diz respeito meramente ao acréscimo de novos conteúdos culturais étnico-raciais, mas volta-se para uma nova epistemologia de valorização da diferença e do subalterno, capaz de estancar a reprodução de uma imagem depreciativa e estereotipada desses grupos excluídos. Sendo assim, o livro demonstra a importância de a escola vincular-se a outros espaços públicos de aprendizagem, para uma participação mais ativa na formação dos sujeitos, valorizando suas diferenças culturais, seu pertencimento identitário e seu protagonismo histórico. O livro está disponível em formato PDF e pode ser baixado gratuitamente no site da Editora. O outro e-book é “Jovens, escola e cultura midiática: construções metodológicas para a Educação”, de Cirlene Cristina de Sousa. A partir da perspectiva de interfaces entre juventude e as tecnologias de comunicação, a obra analisa o específico recorte do programa "Malhação" – produção televisiva com foco nas juventudes, que são, ao mesmo tempo, personagens e espectadores. Em que medida os episódios da série e as vidas juvenis se tocam nas narrativas? Como o espaço escolar é apresentado em "Malhação" e como é percebido pelo público juvenil? Qual o valor da escola para o encontro de sujeitos, nas suas dinâmicas de relações? São algumas das questões presentes no livro, com um desafio determinante para o método: interagir. A obra está disponível para download gratuito no site da editora.

Para apoiar autores e divulgar mais conhecimento, a Pró-Reitoria de Pós-Graduação da Unesp (PROPG) e a Fundação Editora da Unesp (FEU) anunciaram as inscrições para dois programas de publicação de livros digitais para download gratuito: o Programa de publicações Coleção PROPG Digital - Selo Cultura Acadêmica e o Programa de Edição de Textos de Docentes da Unesp. Os interessados poderão se submeter ao processo de seleção de ambos os programas até o dia 14 de agosto. Após análise da Comissão de Avaliação, Conselho Editorial Acadêmico (CEAc) e demais pareceristas, as obras serão disponibilizados em acesso aberto na página do Selo Cultura Acadêmica da FEU ou no site da Editora, na Coleção Propg Ebook. O edital completo, a ficha de inscrição e a ficha de cadastro para download estão disponíveis no site da Editora Unesp.

A Edufba - Editora da UFBA, por sua vez, disponibilizou três obras na plataforma SciELO Livros. Os títulos "Cidade, corpo e alimentação: aproximações interdisciplinares", "Cadastro Único: tecnologia de reclassificação social" e "Tópicos em saúde, ambiente e trabalho: um olhar ampliado" podem ser baixados gratuitamente, em formato PDF, na plataforma online. 

A Editus - Editora da Uesc também tem um novo livro digital: o mais recente volume da "Série Comunicação e Educação", organizado pelas pesquisadoras Eliana Nagamini (Fatec/São Paulo) e Ana Luisa Zaniboni Gomes (Oboré). O livro, lançado em formato digital na plataforma SciELO Livros, traz como tema "Territórios migrantes, interfaces expandidas", em que se discute sobre processos comunicativos e educativos, linguagens da educomunicação, além de outros temas atuais da área. A obra está disponível para download gratuito.  

Por fim, a EdUERJ continua disponibilizando semanalmente novos livros na sua Biblioteca da Quarentena. A ação visa promover o acesso aos livros da editora durante o período da pandemia.

 


Tags da postagem

Leitura Virtual eduerj Edufba Editus editora uemg Ediunesc editora unesp e-book ebook