Biblioteca da Quarentena da EdUERJ inclui novos livros na área de Letras

Obras podem ser baixadas gratuitamente

Em 21/06/2020 19:54
Atualizado em 22/06/2020 19:35

Notícia por ABEU

Biblioteca da Quarentena da EdUERJ inclui novos livros na área de Letras

Na última semana, a Biblioteca da Quarentena da EdUERJ (BQ) incluiu livros com temas que são correlatos: literatura, linguística e mercado editorial. Dois deles saíram originalmente pela EdUERJ: "Literatura como objeto de desejo" e "Machado de Assis e o cânone ocidental", vencedor do 1º lugar na categoria Crítica Literária na 59º edição do Prêmio Jabuti. Além disso, entre as novidades também foi acrescentada a obra “Uma literatura inquieta”, que saiu originalmente pela Editora Caetés, cujos direitos foram cedidos à EdUERJ. Todos os títulos podem ser acessados gratuitamente.

Saiba mais sobre as obras:

1. Machado de Assis e o cânone ocidental: itinerários de leitura, de Sonia Netto Salomão

Dividida em três partes, a obra observa os mecanismos de diálogo de Machado com o leitor e o crítico, analisa a ironia no tecido retórico da narrativa machadiana e estuda a relação do escritor carioca com a cultura italiana, aqui representada por exemplos na literatura, história, teatro e ópera. Os capítulos contemplam os temas principais que contribuíram para a centralidade da obra de Machado de Assis na literatura brasileira.

 

2. Literatura como objeto de desejo, de Claudio Cezar Henriques

O livro se desenvolve por meio de dois recortes disciplinares do objeto dito literário, o linguístico-gramatical e o teórico-literário, apresentando características de pesquisa no âmbito de literatura comparada. O autor aborda a história da estilística e seus aspectos relacionados à língua e à literatura, assim como analisa a produção do texto literário e o papel dos clássicos. Além disso, dedica uma parte ao pensamento de gramáticos e outra às reflexões de teóricos de literatura.

 

3.Uma literatura inquieta: memória, ficção, mercado, ética, de Lucia Helena e Paulo César S. Oliveira

O título do livro é representado por uma constelação de autores dos séculos XIX, XX e XXI. Em seu miolo estão Clarice Lispector, J. M. Coetzee e Bernardo Carvalho, examinados, sozinhos ou acompanhados, em quase todos os capítulos. Ocupando o papel de órbitas deste sistema solar aparecem, com maior ou menor frequência, escritores nacionais e estrangeiros do porte de Machado de Assis, Joseph Conrad, Fernando Pessoa, Oswald de Andrade, entre outros. Mais do que um livro sobre escritores, é também uma reflexão sobre o mundo e a sociedade em que vivemos.

 

O acervo da Biblioteca da Quarentena é atualizado toda semana, com títulos em diversas áreas do conhecimento.


Tags da postagem

eduerj