Editora Fiocruz faz balanço de atividades de 2016

A editora também apresentou perspectivas para 2017

Em 29/12/2016 12:21

Notícia por ABEU

Editora Fiocruz faz balanço de atividades de 2016

Se depender da Editora Fiocruz, 2016 foi um ano bastante positivo, repleto de realizações. Esta foi a conclusão do seu Conselho Editorial, que ainda no final do ano passado, no dia 07 dezembro, se reuniu para um balanço das atividades desenvolvidas e para planejar 2017.

Em 2016, a Editora produziu 16 novos títulos, sendo duas traduções, sete coletâneas e nove volumes de coleções. Entre eles, “A Erradicação do Aedes aegypti”, da coleção “História e Saúde”, primeiro lançamento simultâneo em papel e formato digital, na modalidade acesso aberto. No último ano, a Editora Fiocruz foi também laureada: no Prêmio ABEU, conquistou o primeiro e o segundo lugares na categoria Ciências da Vida, além de ter recebido três menções honrosas. Já no Prêmio Jabuti, foi finalista na categoria Ciências da Saúde com o livro “Dengue” e na categoria Psicologia, Psicanálise e Comportamento, com o livro “Crianças, Adolescentes e Crack”.

Somam-se às novidades de 2016 a seleção de propostas para a nova coleção “Fazer Saúde”, cujo diferencial é estar ancorada nas experiências dos serviços e das escolas formadoras para o SUS. O retorno da chamada pública para esta coleção foi bastante expressivo: chegaram, ao todo, 139 propostas.

Outro destaque foi o aumento da participação da Editora Fiocruz na modalidade acesso aberto do Portal SciELO Livros, onde os e-books desta Editora já contabilizam quase 35 milhões de downloads, com provisão de recursos para o depósito de mais 100 títulos em ambas as modalidades: aberto e comercial. Bons resultados também têm sido alcançados pela Livraria Virtual da Editora Fiocruz, que foi lançada em maio de 2016 e tem se mostrado uma importante estratégia.

A participação da Editora Fiocruz em duas publicações da Eulac (Asociación de Editoriales Universitarias de América Latina y el Caribe) exemplifica parte dos esforços no sentido da internacionalização. As publicações foram “De Libros, Conocimiento y Otras Adicciones: la edición universitaria en América Latina” e “Jergario Latinoamericano Ilustrado”.

Como prática permanente da Editora Fiocruz, destaca-se o trabalho de ausculta e prospecção para a identificação de temas e públicos prioritários, bem como de captação de autores e parcerias. Questões relacionadas a difusão, institucionalização, internacionalização, recursos (sobretudo humanos) e profissionalização também seguem na pauta.

Fonte: Ascom Editora Fiocruz


Tags da postagem

editora fiocruz Conhecimentos Técnicos Trabalho e Carreira Nível de Informação Liderança e Influência Deveres e Compromissos Cidadania e Direitos 2017 balanço