Letras Vivas

‘A Chácara Santa Maria’ por Flávia Goulart Rosa

Em 15/08/2016 15:14

Notícia por ABEU

Letras Vivas

Há 18 anos viemos morar aqui neste bairro – Candeal – os gêmeos mal tinham completado um ano... 

O apartamento era antigo, da década de 1970, por isso mesmo espaçoso – ainda não havia sofrido a redução de espaço dos “apertamentos modernos” –, janelas grandes, e por sobre o Nordeste de Amaralina ainda víamos um pedacinho do mar... Sem falar no pedaço de Mata Atlântica proporcionado pela proximidade com o Parque da Cidade. 

Com minha mania de andarilha urbana, faço minhas caminhadas matinais no meu entorno... conheço, reconheço, descubro, descarto, agrego, ignoro...ou melhor...tento fechar os olhos!

Descobri um dia, uma determinada área cercada por muros altos de tijolos aparentes, grande portão de madeira, com ares de uma chácara. Despertou minha curiosidade... O que há além dos muros¿ Pelo pouco que conseguia ver pelas frestas do grande portão eram duas grandes casas, muitas árvores, e parecia que havia até uma piscina... Nunca consegui encontrar o portão totalmente aberto.

Um belo dia, uma triste surpresa a chácara misteriosa foi vendida e logo, logo estava lá a placa do novo empreendimento imobiliário. Isto aconteceu no final de 2009 no momento em que eu partia para passar quatro meses em Portugal. Quando retornei tudo tinha virado pó, não aproveitaram nada, nada e o novo empreendimento ia de vento em popa.

Agora em abril, numa caminhada matinal, fiz uma descoberta que me deixou chocada! Aquela coisa medonha que construíram com ares de caixote, casa de pombos, gaiola de fazer loucos, ou como quiserem denominar... leva o nome de Chácara Santa Maria! Foi demais esta apropriação indevida. Senti-me desolada com tamanha estupidez! Como uma caixa de tijolos sem charme e sem personalidade rouba o nome da “minha” chácara misteriosa¿ Não dava mais para protestar, ao contrário precisei caminhar rápido, sair quase correndo... os primeiros caminhões de mudança já começavam a chegar trazendo o s pertences daqueles que com certeza com a boca cheia de vaidade dirão... “Eu moro agora na Chácara Santa Maria.” Não sabendo quem ouve, que este é apenas o nome do apartamento cubículo onde a criatura mora e se endividou toda para pagar o financiamento...

Flávia Goulart Rosa é jornalista, professora e Diretora da Editora da Universidade Federal da Bahia – Edufba.



Tags da postagem

letras vivas Edufba Nível de Comunicação