Pouso frio: as mais de 12 vidas de um aviador pioneiro no cerrado brasileiro

As informações desta página são responsabilidade exclusiva de Editora UCDB. Saiba mais

Pouso frio: as mais de 12 vidas de um aviador pioneiro no cerrado brasileiro Passe o mouse sobre a foto

R$25,00

SINOPSE

Pequeno agricultor, suinocultor, aprendiz de marceneiro, carroceiro, soldado raso, cabo, ordenança, guarda-livros, mascate, balconista, caminhoneiro, professor de datilografia, daguerreotipista, prático-dentista, mecânico, técnico em rádio, beque central, chofer de praça, aviador, aerotaxista, vendedor de sementes, agenciador de automóveis, corretor imobiliário, fazendeiro, pecuarista, sojicultor, rizicultor, patroleiro, incorporador, empresário do setor elétrico e telefônico, comendador, mantenedor de museu e memorialista: essas são algumas das diversas vidas simultâneas de Júlio Alves Martins, desbravador do Brasil Central e fundador da cidade de Chapadão do Sul, nas planícies desertas do Cerrado brasileiro.
A foto da capa foi tirada em 21 de abril de 1972, dia de Tiradentes, à cabeceira do acidentado rio Aporé, na divisa entre Goiás e Mato Grosso do Sul. Sob o olhar admirado de onças, pacas, queixadas e caitetus, o aviador Júlio Martins, em companhia de seu passageiro Zeca Silva, faz uma arriscada aterrissagem por entres as macegas, cambarus, guavirais e aroeiras do cerrado. O pioneiro aviador vai desbravar o sertão do então inóspito Mato Grosso, dando nascimento a infinitas plantações agrícolas para o Brasil e os brasileiros.
Para saber como foi a perigosíssima decolagem desta história, embarque agora mesmo nesta aeronave. Senhores passageiros: afivelem seus cintos e preparem-se para levantar vôo com as aventuras desse pioneiro aviador do cerrado brasileiro.

Informações adicionais

  • Peso: 0,32 Kg
  • Dimensões do produto
    • Comprimento: 23,00 cm
    • Altura: 2,00 cm
    • Largura: 18,00 cm