Arquimedes, Pappus, Descartes e Polya

As informações desta página são responsabilidade exclusiva de Editora Unesp. Saiba mais

Arquimedes, Pappus, Descartes e Polya Passe o mouse sobre a foto

SINOPSE

Este livro discute os indícios heurísticos presentes nas obras O método, do pensador grego Arquimedes de Siracusa (287 a.C-212 a.C.); A coleção matemática, do matemático helenístico Pappus de Alexandria (c.290-c.350 d.C.); e Regras para a direção do espírito, do filósofo francês René Descartes (1596-1650). A partir dessa discussão, o Balieiro Filho estabelece relações com a sistematização da atividade heurística apresentada nas obras A arte de resolver problemas e Matemática e raciocínio plausível, do matemático húngaro George Polya (1887-1985).
A atividade heurística – definida como esquema psíquico por meio do qual o homem cria, elabora e descobre a resolução de um problema – é o eixo central dos estudos sobre como pensamos, estabelecidos por Polya e que fundamentam a Resolução de Problemas, linha de pesquisa em Educação Matemática.
Este livro também traz a primeira tradução em português, feita pelo autor, a partir do original em grego clássico, da obra O método, de Arquimedes, a mais antiga obra de heurística de que se tem conhecimento.

Informações adicionais

  • Código de barras: 9788595461765
  • Peso: 0,40 Kg
  • Dimensões do produto
    • Comprimento: 23,00 cm
    • Altura: 2,00 cm
    • Largura: 18,00 cm