Língua Inglesa na África, A: Opressão, Negociação, Resistência

As informações desta página são responsabilidade exclusiva de Editora UNIFESP. Saiba mais

Língua Inglesa na África, A: Opressão, Negociação, Resistência Passe o mouse sobre a foto

R$36,00

SINOPSE

 

A partir do questionamento “por que e para que estudar África?”, esta obra tem como objetivo elucidar aspectos fundamentais da história da língua inglesa no continente africano. Partindo da desconstrução de um conceito estereotipado de África, Ângela Lamas Rodrigues explica que as reflexões apresentadas neste livro “são norteadas por uma ética ligada à subversão de discursos que inventaram uma África débil e servil, mais especificamente de um discurso que infere a inevitável superioridade da língua inglesa em relação às línguas africanas autóctones”.

 

Enfatizando as relações de poder que se configuram a partir da valorização da língua inglesa e da consequente depreciação das línguas nacionais naqueles países, a obra propicia ao leitor entender criticamente a relação problemática que se estabelece entre as línguas africanas autóctones e a língua inglesa nas colônias e nos protetorados britânicos.

 

A Língua Inglesa na África, fruto de uma parceria entre as editoras Fap-Unifesp e Unicamp, ressalta a importância social e política das línguas africanas, sobretudo no contexto educacional dos países africanos ditos anglófonos.

 

Ângela Lamas Rodrigues é doutora em Letras pela Universidade Federal de Santa Catarina e Professora Adjunta na Universidade Estadual de Londrina. Suas áreas de interesse são: Literaturas em Língua Inglesa, Estudos Africanos e Crítica Cultural.

 

Informações adicionais

  • Peso: 0,21 Kg
  • Dimensões do produto
    • Comprimento: 1,00 cm
    • Altura: 23,00 cm
    • Largura: 16,00 cm